Facebook Twitter Google RSS

Carro "Nanico" será produzido no Ceará

O Ceará terá uma montadora de automóveis até o início de 2016. A unidade fabril, que será instalada em São Gonçalo do Amarante, produzirá o veículo Nanico Car. O investimento global é da ordem de R$ 16 milhões e será dividido em três etapas. O modelo será vendido por R$ 20 mil, segundo estimativas iniciais da montadora.

Inicialmente serão R$ 8 milhões para construção dos galpões. A segunda etapa consiste no treinamento da mão de obra e, por fim, a compra de maquinário para a montagem dos veículos, além da adequação das normas de segurança internacionais. A capacidade será de produzir 500 veículos por mês, podendo chegar a 1.000 unidades mensais.

“Temos as condições necessárias para produzir o veículo no Ceará. O Estado ofertou incentivos que não ocorrem, por exemplo, em São Paulo”, afirma Paulo Roberto sócio-proprietário da Multirede Solar Brasil e idealizador do projeto do Nanico. A marca da nova montadora será divulgada quando ocorrer o lançamento. Na quinta-feira ocorrerá a assinatura do protocolo de intenções com a Prefeitura.

A unidade fabril terá 20 mil metros quadrados de infraestrutura instalada. Na geração de postos de trabalho, a indústria deve criar, em um primeiro momento, 100 empregos. “A fábrica demandará peças e equipamentos que as outras indústrias do Ceará poderão fornecer”, ressalta. Na última etapa chegará a 800 postos de trabalho. Ele adianta que há um pedido oficial de 500 veículos, além de 250 avulsos. Há pedidos de compra para indústrias e hotéis.

Segundo Paulo, o carro terá um “perfil ecológico”. Feito em fibra de vidro, terá 1,90 m de comprimento, 1,50 m de altura e 1,30 de largura. Pesará 240 kg e sairá de fábrica com duas motorizações: um com GNV e outro elétrico - com opção de carregamento com energia solar. A autonomia deve variar entre 80 km a 120 km. Ele também descarta, no início da operação, uma join-venture com empresas internacionais do setor. “A produção será voltada para o mercado interno”.

Energia eólica

O Ceará também prospecta uma fábrica de torres eólicas. A informação foi confirmada pela titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, Nicolle Barbosa. Em reunião com empresários do setor de energias renováveis, em São Paulo, apresentou o modelo de desenvolvimento para atração de indústrias de energias limpas. “A ideia é fazer com o setor passe a produzir esses componentes no Ceará para a unidade produtora de torres”.

Informações do O Povo Online

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada