Facebook Twitter Google RSS

Zika vírus pode levar qualquer pessoa a óbito


"Qualquer pessoa está sujeita a contrair a Zika Vírus e, se não for tratado, o quadro pode evoluir e levar o paciente à morte". O alerta é do gerente da Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da Secretaria de Saúde de Fortaleza (SMS), Nélio Moraes, após confirmação da terceira morte provocada pelo zika em adultos no Brasil. Último óbito, que aconteceu em Natal, foi levado àOrganização Mundial da Saúde (OMS).


Segundo o especialista, a preocupação maior das autoridades sanitárias do mundo é a relação da enfermidade com a microcefalia e a Síndrome de Guillain-Barré (rara doença neurológica que pode causar paralisia). "Ela atinge todas as faixas etárias e quem tem outras comorbidades, como hipertensão, diabetes ou problemas renais graves, tem que ficar mais atento ainda", aponta.


Ainda de acordo com Nélio, por si só, a Zika é uma virose menos agressiva que a dengue, por exemplo, no entanto, não deve ser ignorada. "É preciso que nos primeiros sintomas, como febre e dores nas articulações, a pessoa procure um posto de saúde".




O Ceará confirmou, até o último dia 4, oito óbitos por microcefalia em seis municípios: Fortaleza, com três; JucásMaracanaú, Morrinhos, Russas e Tejuçuoca, cada um com uma morte comprovada em decorrência da doença ou por infecção congênita, ou seja, os exames detectaram ligação com o Zika vírus ou outro agente infeccioso. Os dados fazem parte do mais recente boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). 

Saiba mais 

Como ocorre a transmissão? 

Assim como os vírus da dengue e do chikungunya, o vírus da zika também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. 

Quais são os sintomas? 

Os principais sintomas da doença provocada pelo vírus da zika são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. 

Como é o tratamento? 

Não há vacina nem tratamento específico para a doença. Segundo informações do Ministério da Saúde, os casos devem ser tratados com o uso de paracetamol ou dipirona para controle da febre e da dor. Assim como na dengue, o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) deve ser evitado por causa do risco aumentado de hemorragias. 

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada