Facebook Twitter Google RSS

Como prevenir lesões ao praticar exercícios físicos


A falta de uma avaliação física inicial, a falta de orientação e acompanhamento adequado em relação à postura de execução dos exercícios, a prescrição de exercícios inadequados à condição física do aluno e a falta de um controle adequado da intensidade (cargas) dos exercícios. Esses são alguns dos principais fatores causadores de lesões na prática de exercícios físicos em academias de ginástica. Essa é a análise de João Antonio da Silva Neto, educador físico com especialização em Fisiologia do Exercício Resistido na saúde, na doença e no envelhecimento pelo Instituto Bio Delta (SP). Para o profissional, é fundamental conhecer a real condição física do aluno no início dos treinamentos. “Com isso, o profissional de Educação Física irá prescrever os treinos com subsídios e parâmetros capazes de direcionar de forma segura e eficaz os exercícios”, observa João Antonio, que também é Sócio-Diretor Técnico da Fit Tech Academia. “Com isso, ocorre a realização de um volume de treinamento (dias por semana e/ou tempo de treino) muito alto para o nível de condicionamento do aluno”, aponta.

João Antonio da Silva Neto informa que as principais lesões que podem ser causadas pela falta de atenção a esse pré-requisito na hora de elaborar e acompanhar os treinos dos alunos são: lesões do tecido muscular (estiramentos e/ou contraturas musculares), lesões e/ou inflamações nos tendões (tendinites), desgastes precoces de cartilagens (mais comuns nas dos joelhos, conhecida como condromalácia patelar e nos meniscos). Todos são problemas crônicos, que podem levar a quadros de dor e desconforto permanente. “Na coluna vertebral, os mais comuns são as protrusões dos discos intervertebrais, que podem evoluir para quadros de hérnias de disco”, alerta o educador físico.


PROBLEMAS


O Sócio-Diretor Técnico da Fit Tech Academia relata que a grande maioria dos alunos chega às academias com quadros de problemas osteomusculares já instalados, “e após o tratamento médico e fisioterapêutico, o Treinamento Resistido (Musculação) é a atividade física mais recomendada para o controle e tratamento desses problemas”, observa.

De acordo com João Antonio da Silva Neto, não existe atividade física mais propensa a causar lesões. “Em principio, a atividade física é um fator primordial e indispensável para manutenção de uma boa saúde e bem estar físico e mental. Se todos os cuidados forem tomados, os riscos serão bastante minimizados ou até excluídos”, garante o profissional. “Tem uma máxima entre os Profissionais de Educação Física que diz: ‘não existe exercício inadequado e sim pessoa que não deve fazer determinados exercícios em dado momento da sua condição física'”, conta.

Antes que o pior aconteça, é bom estar alerta aos sinais do corpo. “O relato de dor ou desconforto durante a execução do exercício (diferente da sensação natural de fadiga) e a persistência de dores musculares ou articulares por mais de 48 horas após a realização dos exercícios são sinais de alerta que têm de ser levados em consideração”, ensina o Sócio-Diretor Técnico da Fit Tech Academia, que apresenta ao mercado um novo conceito de Academia, o Método Fit Tech, proposta inovadora e segura de alcançar resultados. Apoiada na Ciência do Esporte e do Treinamento Desportivo, o método tem como objetivo elaborar planilhas individualizadas de treinamento físico, que possibilita cada aluno alcançar os objetivos individuais de forma segura, eficaz e dinâmica.

Veja dicas para prevenir lesões na prática de exercícios físicos:

1 – Faça uma avaliação física inicial, que detecte e mensure sua condição física atual e seu histórico de saúde.

2 – Siga um planejamento e uma prescrição de exercícios baseados nas suas reais condições físicas, com exercícios, freqüência, intensidades que respeite essa realidade.

3 – Faça acompanhamento constante em relação à postura de execução dos exercícios, controle das variações de treinos relacionadas a volume e intensidade.

4 – Peça alterações nos exercícios sempre que detectar algum desconforto em sua execução.

5 – Troque os treinos (fichas) no período estimado, evitando ficar mais tempo que o necessário realizando os mesmos exercícios.

6 – Faça reavaliações físicas periódicas para detectar a evolução e novas condições físicas dos alunos e com isso adequar e ajustar os novos treinos a essas novas condições físicas.

Informações do Saúde e Beleza, link da matéria.



Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Assista nossos vídeos www.youtube.com/tvchavalzada
Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada