Facebook Twitter Google RSS

Doenças no Coração que mais Afetam as Pessoas


O coração normal suporta muito bem não só o excesso físico, como as emoções fortes. Mas o estado crônico de tensão emocional pode eventualmente causar doença cardíaca. Da mesma forma, uma tensão forte causada por alguma crise da vida pessoal pode precipitar um ataque cardíaco agudo num coração normal. E a tensão emocional prolongada é certamente prejudicial a um coração já doente.

As pessoas portadoras de doenças cardíacas não devem fazer esforço físico demasiado. Isso não quer dizer que devam portar-se como inválidas: ao contrário, devem fazer o que quiserem dentro dos limites ditados por suas doenças específicas e seguir rigorosamente os conselhos médicos.

Certas doenças cardíacas costumam ocorrer em vários membros de uma mesma família, o que pode indicar uma predisposição hereditária, mas a grande maioria das doenças cardíacas não é hereditária. O problema cardíaco de um membro de uma família não deve alarmar os demais, embora possa servir de motivo para que essas pessoas se submetam a exames periódicos e adotem as medidas preventivas eventualmente indicadas.

Engana-se quem acredita que os distúrbios do coração desaparecem nas crianças, após seu amadurecimento. Os distúrbios do coração não desaparecem com o tempo. Ocorre apenas que alguns sopros cardíacos presentes na infância desparceirarem espontaneamente mais tarde. Esse fato contribuiu para a popularização do conceito errôneo de que os distúrbios curam-se por si só, estimulando às vezes uma atitude negligente em relação aos problemas cardíacos.

O efeito do fumo e do álcool sobre o coração

O cigarro pode causar a constrição das pequenas e grandes artérias que irrigam a musculatura cardíaca, privando-a dessa maneira do oxigênio necessário. Em certos pacientes, o fumo causa espasmos da artéria coronária, irregularidades no ritmo cardíaco ou elevação da pressão sanguínea. Calcula-se que os ataques cardíacos sejam muito mais comuns entre os fumantes do que entre os não fumantes. As pessoas que têm problemas cardíacos não devem fumar.

O álcool, quando ingerido em excesso e por muito tempo. Nesse caso, segundo estudos recentes, o músculo cardíaco pode sofrer uma lesão permanente.

Doenças Comuns do Coração:
  • Doença Arterial Coronariana: Acúmulo de colesterol na parede dos vasos, impedindo a passagem do sangue. Principal causador dos falecimentos por infarto.
  • Insuficiência cardíaca: Hipertrofia dos músculos do coração, evitando que este fique incapaz de bombear o sangue de foram natural.
  • Arritmia: Mudança do ritmo natural do coração
  • Pericardite: Inflamação do pericárdio (capa do coração) causada por vírus. Ao inflamar, ele reage aumentando a quantidade de líquido no coração.

Escrito em parceria com http://www.saudedescomplicada.com


Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Assista nossos vídeos www.youtube.com/tvchavalzada
Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada