Facebook Twitter Google RSS

A relação entre a hipertensão e a visão

Comorbidades como diabetes, obesidade e, principalmente, hipertensão arterial afetam a circulação sanguínea aumentando o risco de uma Oclusão da Veia Central da Retina (OVCR) e de ramos venosos da retina. A hipertensão responde por cerca de 80% dos casos nas pessoas acima de 50 anos de idade.
"Estes quadros obstrutivos podem levar a perda total da visão se não forem prontamente diagnosticados e tratados. É essencial manter o controle da pressão arterial e do diabetes, minimizar a incidência de obesidade, assim como evitar o tabagismo, controlar o colesterol e triglicérides, associando isso a hábitos saudáveis da alimentação e atividade física regular", indica o Dr. André Gomes, membro do Conselho Consultivo e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. 




Fluxo bloqueado
A OVCR ocorre quando o ramo principal da veia (responsável por drenar o sangue da retina) é bloqueado e o fluxo sanguíneo interrompido. Esse bloqueio pode acontecer de três formas: por meio de coágulos sanguíneos; por acúmulo de gordura nas paredes dos vasos; ou pela pressão anormal nas veias da retina. As duas últimas formas são causadas pelo alto colesterol e hipertensão arterial sistêmica elevada, respectivamente.
Segundo o oftalmologista, a pressão anormal nas veias retinianas é a principal causa da doença. Afirma que "a maioria dos pacientes acima dos 50 - que têm obstrução vascular da retina - são hipertensos. No dia-a -dia clínico é comum vermos a falta de informação sobre a saúde ocular e o quanto as pessoas nem desconfiam da estreita relação que existe entre a pressão alta e a visão".
Como tratar
A OVCR provoca embaçamento e manchas escuras no campo de visão, ou até mesmo a perda súbita e indolor da capacidade de enxergar, que pode ou não ser recuperada. "É até possível também que a visão seja restaurada por si só em alguns casos, mas o certo é procurar um especialista para diagnosticar e tratar a obstrução, evitando uma sequela permanente", diz André Gomes.
Quando a veia é obstruída e falta oxigênio à retina, é iniciado um processo biológico para tentar restabelecer o fluxo sanguíneo. Assim, o organismo tenta formar novos vasos, chamados neovasos, que são tidos como anormais, pois sua formação acelerada causa o vazamento de sangue e líquido dentro da retina, além de formar pequenos focos hemorrágicos que danificam a retina e podem causar cegueira.
Quando há o diagnóstico, é indicada a prevenção da formação dos neovasos. O uso de terapias como a aflibercepte (Eylia, da Bayer), é indicado como tratamento que previne a cegueira potencialmente desenvolvida pela OVCR. O uso é feito por meio de aplicações intraoculares que atuam diretamente na área afetada. 

Informações do diário do nordeste, link da matéria.

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Assista nossos vídeos www.youtube.com/tvchavalzada
Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada