Facebook Twitter Google RSS

Correios anunciam início da oferta de telefonia celular para 2017

Em meio a mudanças na estrutura do governo promovidas pelo presidente em exercício Michel Temer, os Correios anunciaram nesta terça-feira (17) que fecharam acordo para começar a oferecer serviço de telefonia celular no país.

De acordo com a estatal, uma comissão especial escolheu nesta terça a empresa EUTV Consultoria e Intermediação de Negócios para ser sua parceira no novo projeto. Ela disputava o contrato com a Claro.

De acordo com os Correios, será explorado o serviço de telefonia móvel por meio de rede virtual. Os Correios não vão precisar investir em rede própria (antenas, cabos). Vão utilizar a rede da EUTV para prestar o serviço.

Entretanto, a EUTV não tem rede própria e já utiliza a da operadora TIM. Segundo os Correios, a EUTV tem autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para ter várias parcerias do tipo.

“Assim, os Correios serão um representante da EUTV, porém com planos de serviços e ofertas próprias, de acordo com o perfil do público que usa seus serviços e frequenta sua rede de agências de quase 12 mil pontos com presença em todo o território nacional”, informou a estatal, em nota.

Segundo a estatal, para escolher a parceira a comissão levou em consideração o valor de remuneração oferecido a título de venda de chips pré-pagos, comissão pela venda de recargas nas agências dos Correios e na rede prestadora. A EUTV ofereceu R$ 297 milhões para um contrato inicial de 5 anos.





Previsão

A estatal informou que espera arrecadar R$ 4,5 milhões com a venda de seus chips em 2017 e que eles devem estar disponíveis para compra a partir de janeiro. Com recargas, é estimada receita de R$ 8,1 milhões no ano que vem. Os Correios esperam fechar 2017 com um milhão de clientes.

Há dois anos, o Ministério das Comunicações liberou os Correios para prestar serviços de telecomunicações como uma operadora de telefonia móvel virtual.

Assinada pelo então ministro Paulo Bernardo, a Portaria nº 416 avaliza os planos dos Correios e libera a empresa para buscar algum parceiro disposto a alugar sua infraestrutura. O plano da estatal, na época, era faturar R$ 1,5 bilhão a partir do quinto ano de operação do serviço de telefonia móvel.

Esse é um dos projetos da estatal para diversificar seus serviços, já que vem sofrendo queda de receita devido à queda de demanda por serviços postais. Em 2015, os Correios registraram prejuízo de R$ 2,1 bilhões.

Fonte: G1 Economia

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada