Facebook Twitter Google RSS

Crônica | Longe, tão longe... - Thalita Souza*

Já se passou 1 hora desde que entrei neste carro... Já passamos por várias árvores, lagoas secas e animais passando na estrada. Minhas pernas e costas doem. Como é difícil ir a uma viagem sentada nas pernas de outra pessoa! 


Avisto um campo de futebol... Nossa! Lembro-me bem desse campo, era onde eu jogava com os meus amigos daqui, ou melhor dizendo, era aqui que brincávamos de tudo! O açude... Esse açude onde aprendi a nadar, a plantar bananeira dentro da água, era aqui onde tomávamos banho toda tarde depois de um dia inteiro raspando mandioca e rindo das historias de meu tio. Ao lado do açude, a casa de farinha de meu tio, que agora se resume, apenas, em mato. Aqui antes, era o meu palco (rsrs), eu dançava, cantava e todos que estavam trabalhando me olhavam e pensavam: “ o que essa menina tá fazendo? Será que tá normal?”.

Enfim, depois de 1 h e 15 min., chegamos ao nosso destino: a casa de minha tia Adalgiza! Essa mulher é uma guerreira, com os seus 75 anos ainda faz seus afazeres de casa. Ainda é a mesma desde quando eu tinha meus cinco anos de idade, é dona de um corpo muito bonito, alta, seus cabelos estão em uma mistura de branco com preto e continua linda... Seu marido (até hoje não sei o nome dele), o Tio Quinquim, esse homem é demais e suas histórias são as melhores. Com um corpo pequeno e fraco, ainda me tira pra dançar em meio as músicas de forró que saem em seu radinho velho de pilha.

Como é bom estar em um lugar assim, onde todo mundo é primo de todo mundo. Perdi as contas de quantas vezes dei a “bênção” aos muitos tios (rsrs)... Onde não tem sinal de internet nem sinal de telefone... Onde a água que é consumida vem de carros-pipas ou vem da chuva... Onde só tem um bar e um mercadinho pequeno, onde todo mundo vive bem sobrevivendo de roças, criações e outros afins

Tomar banho na chuva não tem sensação melhor! Sentir seu corpo ser purificado com as lagrimas das nuvens (como diria minha avó) Então resolvi sair andando até o açude com minha prima, imagina só, duas meninas correndo em meio a chuva, comendo siriguelas e cajá, subindo nas árvores e gritando uma com a outra... É, estávamos nos divertindo como nunca.

Não me lembro da última vez que me diverti tanto...

Fomos até o açude, mas a imagem dele atualmente dói tanto, está apenas o lugar seco com uma poça de lama, apenas para agradar aos porcos... Fiquei lá parada olhando aquele lugar que antes era cheio de água e diversão, agora um lugar vazio, ficamos lá por um bom tempo, rindo uma da outra e eu contando pra ela as minhas loucuras vividas ali.

Voltamos para a casa de minha tia e minha avó já estava preocupada com nós duas. Depois de acalmar ela, nos reunimos na sala: eu, minha madrinha, minhas tias, minhas primas e alguns de seus filhos... Falamos de tudo, do passado, de aniversários que eu não fui em nenhum e os que estão por vir e já recebendo convites.

Até que chegou a hora de voltarmos. Já me bateu uma saudade a partir do momento que o carro chegou... Farinha, siriguelas, limões, cocos, tudo dentro do carro... Abraços, beijos, risos, momento da despedida! E lá se foi uma diferente e linda quarta-feira de janeiro... 


Thalita Souza  nasceu em Chaval (a cidade das pedras), filha de pescadores. Ama livros e chocolates, gosta de estar perto da natureza e de ajudar pessoas.





Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada