Facebook Twitter Google RSS

Você sabe para que serve o dente siso (dentes do juízo)?

Muita gente treme ao saber que vai precisar sentar na cadeira do dentista. Então, quem tem a partir de 16 anos pode começar a preparar o calmante! É entre 17 e 21 anos que os sisos aparecem. Os últimos dentes da boca costumam incomodar, o que pode evoluir para dores fortes. Aí o jeito é arrancá-los mesmo.

No entanto, só um dentista pode dizer se a remoção é necessária. Ele faz isso com a ajuda de uma radiografia panorâmica, que dá ao profissional a possibilidade de ver como os dentes estão posicionados e, assim, planejar a extração.

"Como os sisos são os últimos a nascer, na maioria das vezes a retirada é necessária porque a boca não tem espaço para comportá-los. Eles também podem vir tortos e cariados", explica a ortodontista, Ingrid de Lemos Calmona. A possibilidade de entortar os outros é o principal motivo para a extração dos quatro dentes.

Arthur Genovez, 19 anos, de São Caetano, sabe muito bem a dor de cabeça que os dentes do juízo (como também são chamados) podem trazer. Ele já está sem três e aguarda a retirada do último, que deve ocorrer até o final de setembro. "Eles estavam atrapalhando e entortando os outros dentes", explica. Apesar de ser uma cirurgia chata, o garoto garante que não passou grandes apuros. "É algo rápido e que não dói muito, mas fiquei preocupado na primeira vez."

Vale lembrar que as técnicas para a remoção do siso evoluíram muito e hoje são realizadas de forma mais segura. Rodrigo Mascarini, 17, de São Bernardo, usa aparelho nos dentes e aguarda o melhor momento para a extração. "Minha dentista disse que tenho de esperar, mas por mim eles já deviam estar fora da minha boca. Quero que o tratamento termine logo."

Hora de retirar
A cirurgia para remover o siso é recomendada quando não há espaço na boca, quando o dente está torto ou quando não nasce completamente. A extração também evita cáries, já que os dentes estão em um local de difícil limpeza.

Hora certa
De acordo com os especialistas, o momento ideal para a remoção do siso é quando as raízes ainda não foram completamente formadas. Isso facilita na hora da cirurgia porque os ossos estão mais ‘moles'.

"Quanto mais novo o paciente, mais rápida é a recuperação. Mas também deve-se levar em consideração outros fatores, como posição do dente", explica a dentista Ingrid Calmona.

Para diminuir as dores na cirurgia, o uso da anestesia é essencial. Além disso, os especialistas recomendam que a extração seja feita, no máximo, de dois por vez.

Recuperação
Por mais que a cirurgia tenha sido tranquila é importante seguir direitinho as orientações do dentista. Deve-se ficar em repouso, fazer alimentação mais leve (incluindo não comer nada muito quente) e ter cuidado com a higiene bucal, que deve ser feita após cada refeição. Como a cirurgia é feita no fundo da boca, a sujeira pode gerar infecções.

Em uma semana, os pontos podem ser retirados ou, em alguns casos, eles são absorvidos pelo organismo do paciente, que nem percebe que engoliu. Isso é normal e não causa problemas. Se sentir dor ou perceber que há sangramento que não para é importante procurar o dentista.

Herança selvagem
Os sisos eram importantes na época em que ser o humano vivia na selva. Os homens das cavernas os usavam para triturar alimentos, que eram crus e muito duros. Com o tempo, a alimentação ficou pastosa e eles deixaram de ser importantes na mastigação. Tanto que em muita gente nem desenvolve.

Essa evolução contribuiu para a diminuição da arcada dentária o que, consequentemente, dificultou o posicionamento desses dentes na boca.Especialistas ainda acreditam que se os pais tiveram problemas com o siso, o filho também pode ter. A genética ajuda, mas não é determinante.






Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada