Facebook Twitter Google RSS

Granja atinge 1.000 mm de chuva em 2017 sofre com alagamentos

As fortes chuvas que atingiram, no fim da última semana, o município de Granja, a 270 km de Fortaleza, deixaram dezenas de pessoas desalojadas. Trinta e quatro delas, de nove famílias, foram recolhidas para o Pólo de Convivência Social, no Centro. Uma das famílias viu a casa de taipa em que morava ruir com as chuvas. As demais tiveram as casas alagadas pelo aumento do nível de rios e córregos da região.

Granja foi o primeiro município cearense a ultrapassar a marca de 1.000 mm de chuva neste ano, conforme mostrou no domingo (2) o Tribuna do Ceará. Já foram 1.080 mm, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Só de 7 horas de sexta-feira (31) a 7 horas de domingo (2) foram 177 mm de chuva, conforme registrado nos passos de Adrianópolos e Timonha. 

A situação, no entanto, já está “sob controle”, afirma a subsecretária de Assistência Social do Município, Ana Luiza da Silva Rocha. Ela diz que a secretaria analisa os casos um a um e que alguns moradores já pensam em voltar para as residências. O dia de sol nesta segunda-feira no Município faz com que os danos comecem a ser contornados, principalmente, o escoamento das águas.

As famílias desalojadas vêm, principalmente, de dois bairros: Lagoa Grande e São Pedro (Boca do Acre). O primeiro bairro se encontra na região do Rio Coreaú, conhecido por transbordar com fortes chuvas.

Já São Pedro sofre com o aumento do nível de vários córregos que cortam o bairro, explica o coordenador da Defesa Civil Municipal, Francisco Aquino. No caso das chuvas da última semana, ele diz que contribuiu a intensidade da chuva. Foram mais de 100 mm em menos de quatro horas, conta.

Francisco Aquino conta que a Defesa Civil fez a avaliação dos danos materiais provocados, que foram encaminhados para a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Ceará (Cedec). “O município não tem como da noite para o dia construir essas casas”, diz. Nesse domingo, a Defesa Civil Estadual, acompanhada da congênere municipal, mapeou cinco áreas de risco no Município.


Ele afirma que, à medida que informações meteorológicas apontam a incidência de fortes chuvas, os moradores são avisados pela Defesa Civil. Há quatro anos sem “inverno” forte, os moradores voltarão a se preocupar com os avisos, diz Francisco Aquino. Confira imagens da enchente feita por um morador de Granja.

Informações do Tribuna do Ceará, link






Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada