Facebook Twitter Google RSS

Escritor e historiador Adrião Neto defende mudança em símbolo do Estado do Piaui.

O escritor piauiense Adrião Neto, natural de Luis Correia, tem liderado um movimento que ganha corpo e que em breve pode se transformar numa mudança em um dos símbolos do Estado do Piauí.

Segundo o escritor, que é membro da ALBEARTES (Academia de Letras e Belas Artes do Médio Parnaíba) e já tem mais de 10 livros publicados, o brasão do Piauí contém uma legenda em latim quem poucos sabem pronunciar corretamente e somente os “latinistas” conseguem identificar o seu significado.

Adrião Neto sustenta que pesquisadores, ao analisarem a expressão “IMPAVIDUM FERIENT RUINAE”, concluíram que a mesma tem significados diversos tais como: “As ruínas feri-lo-ão impavido”; “Os fortes não temem a desgraça”; “Os corajosos jamais serão vencidos” e “O desafio não nos amedronta”.

Diz o escritor que, a não ser a frase “O desafio não nos amedronta”, as demais não tem qualquer relação com a história do Piauí. Por isto, já fez contato oficial com várias autoridades, dentre as quais, todos os parlamentares federais piauienses, Governador Wellington Dias, Secretários e Deputados Estaduais, etc, no intuito de que esta inscrição “O DESAFIO NÃO NOS AMEDRONTA”, em português, seja consolidada e afixada no brasão estadual.

“A inscrição em português finaliza qualquer outro tipo de interpretação, além de se tornar muito mais acessível para a leitura da população em geral”, disse Adrião Neto, acrescentando que essa mudança tem o apoio de membros da ALBEARTES, da Academia de Letras de Campo Maior e da Academia Evangélica de Letras do Piauí, que tem como presidente o Pastor Nestor Henrique Mesquita.

Os fortes argumentos apresentados para a mudança no brasão estadual fizeram parte da justificativa para o necessário projeto de lei, que deverá ser apresentado à Assembléia Legislativa. Para tanto, os defensores da iniciativa pretendem encaminhar a documentação aos deputados, e confiam ganhar o apoio do Deputado Estadual Antônio Felix, de Campo Maior.

É dicionarista biográfico, historiador, poeta e romancista, com vários livros publicados. Autor da ideia da inclusão da data histórica da Batalha do Jenipapo na Bandeira do Piauí e da proposta para homenagear os vaqueiros e roceiros, com estátuas, no Monumento Nacional do Jenipapo.

É um dos escritores mais premiados do Estado. Sua produção literária tem como principal objetivo o estudo, a valorização e a divulgação do Piauí em todos os seus aspectos. Por conta de sua contribuição às causas sociais, intelectuais e culturais, por sua atuação como difusor, incentivador da arte e defensor da livre expressão através da cultura literária e, especialmente pela relevância de sua obra, foi merecedor de inúmeras honrarias, dentre as quais destacam-se, a “Comenda Heróis do Jenipapo”, outorgado pelo poder público municipal de Campo Maior; “Comenda da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí, concedida pelo governo do Estado e os títulos de “Personalidade Cultural do Século”, outorgado pela Academia de Letras da Região de Sete Cidades; “Doutor Honoris Causa em Filosofia Universal, Ph I, Filósofo Imortal” e “Comenda Nacional do Mérito Literário”, outorgados pela Academia de Letras do Brasil (Região Metropolitana de Campinas) e o “Diploma de Personalidade Cultural da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro, concedido pela UBE/RJ .

Fonte: Velho Monge. Link (AQUI)









Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada