Facebook Twitter Google RSS

Conheça a cirurgia metabólica para tratar o diabetes


O silêncio do inimigo, impulsionado pelo sedentarismo e a má alimentação, grita quando a doença se torna maior que a saúde. São 387 milhões de pessoas com diabetes no mundo e outras 592 milhões devem ser diagnosticadas com a doença até 2035. Mas o número que ainda dá maior dimensão é o de que, somente em 2014, foram 4,9 milhões de mortes causadas pela doença.

No Brasil, mais de 11 milhões de pessoas convivem com a diabetes e 3,2 milhões ainda não foram diagnosticadas. O melhor dos remédios (o clichê ainda é necessário) é a prevenção. Porém, quando tudo (ou nada) foi feito dentro do tempo que havia, o enfrentamento tem sido condicionado pelo avanço das pesquisas. A mais recente trata de um procedimento que, feito para um fim, pode ajudar em outro. A cirurgia bariátrica, ou, de redução do estômago.

Escore metabólico

É comum se associar obesidade ao diabetes. Cientificamente, essa conexão é menor, e mais complexa, do que se imagina. "Não há uma relação direta de causa e efeito. Há pessoas em que a obesidade pode gerar várias decorrências, mas não necessariamente o diabetes", diz a endocrinologista Tarissa Zanta Petry, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (SP).

O Centro de Obesidade e Diabetes do hospital está desenvolvendo pesquisa comparativa do tratamento clínico e a cirurgia metabólica no diabetes tipo 2. A intenção é comprovar a eficácia do controle da doença por meio da cirurgia bariátrica com equipe médica multidisciplinar, especialmente em pacientes onde o tratamento com insulina e medicação não tem dado resultados eficazes. Para isso o Índice de Massa Corpórea (IMC) como critério de base foi incluído um Escore de Risco Metabólico (ERM).

O perfil inicial para o procedimento são de pacientes com histórico de diabetes há 15 anos ou menos, sem obesidade mórbida e com maiores chances de apresentar doenças microvasculares decorrentes do diabetes tipo 2 (problemas renais ou neuropatias).

"As doenças retinianas em diabéticos, por exemplo, são a principal causa de cegueira no mundo, podendo progredir para lesões mais graves", alerta o Dr. Ricardo Cohen, principal investigador do estudo e coordenador do Centro de Obesidade e Diabetes.

A técnica utilizada é bypass gástrico, no qual é feito o grampeamento do estômago e o desvio do intestino com o objetivo de alterar o trânsito de alimentos. O tratamento clínico consiste na utilização dos medicamentos mais modernos, assim como o acompanhamento intensivo com endocrinologistas e nutricionistas.

Nova proposta

Para essa indicação de cirurgia metabólica visando o tratamento do diabetes, tramita uma proposta entre órgãos como a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, a Sociedade Brasileira de Diabetes, o Colégio Brasileiro de Cirurgiões e o Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva.

Com vias a ser aprovada uma nova normativa do Conselho Federal de Medicina (CFM), a cirurgia metabólica tem chances de se tornar uma política pública de saúde.

Resultados animadores

A intervenção metabólica em pacientes com diabetes tipo 2 reduziu o uso de medicamentos para uns e reverteu completamente a doença na maioria dos pacientes tratados no Instituto de Educação e Ciências em Saúde, referência nos serviços de alta complexidade. O resultado foi um ensaio preliminar para a medida que pode ser aprovada até o fim do ano: a cirurgia metabólica para tratar o diabetes.

"Se comprovado que a cirurgia é melhor do que a intervenção clínica, será possível vislumbrar uma mudança no âmbito da saúde pública", afirma o endocrinologista Ricardo Cohen, coordenador das pesquisas mais recentes no Brasil sobre o tratamento de diabetes.

O repórter viajou a São Paulo a convite do Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Informações do Diário do Nordeste


Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada