Facebook Twitter Google RSS

Suas pálpebras tremem à toa de vez em quando? Entenda por que

Quase todo mundo já passou por isso: você está fazendo suas coisas normalmente, trabalhando ou vendo TV, e de repente uma de suas pálpebras treme. Sem nenhum motivo aparente, só treme. Passado algum tempo, treme de novo. A situação se repete por alguns dias, até essa movimentação sumir. E fica a dúvida: por que isso ocorre?

“Há inúmeras causas, que vão desde estresse, fadiga e excesso de consumo de cafeína até o indício de alguma lesão ocular ou problema neurológico”, explica Rita de Cássia Lima Obeid, especialista em plástica ocular e vias lacrimais do Hospital CEMA.

Esta última parte não deve ser motivo para pânico; na maioria dos casos, o tremor das pálpebras é benigno. “É a chamada mioclonia, que pode inclusive ocorrer em outros músculos, como nas mãos ou nos pés”, afirma a médica oftalmologista Fabiola Gavioli, do CBV Hospital de Olhos. “Nas pálpebras, ela está relacionada ao estresse, à fadiga, ao uso de grau errado nos óculos ou não uso de lentes de correção ou, ainda, à exposição por muito tempo à tela do computador”, continua.

O consumo de cafeína costuma ser um gatilho para os tremores em quem já se encaixa em um desses casos. Mas o café, o chá preto e o chimarrão não conseguem, por eles apenas, causar os “tremeliques”. Ou seja, você pode beber baldes de café (embora não deva, porque nenhum excesso faz bem para o organismo) e não sentir nada nas pálpebras se estiver vivendo uma fase plena e tranquila da vida.

É preciso tratar os tremores das pálpebras?

Normalmente, não é necessário correr para o médico por causa de tremores nas pálpebras. Rita de Cássia reforça que eles podem significar simplesmente que o organismo está cansado, estressado, e precisa de uma desacelerada.

Além disso, Fabíola conta que a condição é autolimitada, por isso vai embora do mesmo jeito que vem: com você um pouco incomodada, mas sem lembrar quando foi o primeiro e quando foi o último tremor. “Em consultório, não há muito que possa ser feito a não ser recomendar que o paciente diminua o ritmo de trabalho, use óculos ou lentes de contato adequadas e evite ficar por muito tempo na mesma posição e com o mesmo foco em frente a um computador. Às vezes receita-se vitamina B, para relaxar os músculos do corpo no geral, mas não mais que isso”, diz.

Mas e aquela história de o tremor da pálpebra poder indicar algo mais grave?

Em ocorrências mais raras, como Rita de Cássia destaca, o tremor dos olhos realmente pode indicar distúrbios no funcionamento ocular e no sistema neurológico ou mesmo a consequência do uso prolongado ou abstinência de calmantes ou alguns tratamentos com estrógeno. “Nesses casos, temos um quadro de blefaroespasmo”, esclarece .

O blefaroespasmo é aquele piscar de olhos involuntário, repetitivo e perceptível. “É preciso diferenciar a mioclonia do blefaroespasmo. A mioclonia não é percebida pelos outros, a não ser que a pessoa fale que está sentindo esses tremores para alguém e peça para ser observada atentamente. Já o blefaroespasmo é uma sequência de piscadas marcantes e notáveis”, explica Fabiola.

Aqui vale lembrar que problemas mais graves, geralmente, não têm sintoma único. O blefaroespasmo sozinho pode ser uma condição isolada e tratada com métodos paliativos (já que não tem cura), como a aplicação de botox na região. Se vier acompanhado de outros sinais é que merece uma atenção especial.

Coceira e vermelhidão ou o blefaroespasmo atingindo outras partes do corpo são alertas para marcar uma consulta com uma especialista. “É importante essa ajuda médica, principalmente quando o tremor começa a impedir o paciente de exercer suas atividades diárias”, orienta Rita de Cássia.

Fique, portanto, atenta aos sinais do seu corpo

Então ficamos assim: se sua vida estiver estressante demais, seu consumo de cafeína estiver nas alturas e você olhar mais para a tela do computador do que para qualquer outra coisa ao longo dos dias e suas pálpebras tremerem involuntariamente, permita-se desacelerar no dia a dia, faça suas tarefas com mais calma, conceda a si pequenos intervalos a cada hora.


Agora, se os tremores vierem acompanhados de fortes piscadas, vermelhidão e coceira, passe por uma consulta com uma oftalmologista. Lembre-se que toda doença diagnosticada precocemente é mais fácil de ser tratada.

Informações do M de Mulher, link







Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada