Facebook Twitter Google RSS

Qual a possibilidade de um novo amanhã em Chaval? | Por Lívia Molib

Mesmo eu residindo em uma outra cidade, eu não esqueço de minha terra natal e amada Chaval. Sempre acompanho as notícias. Confesso que, ultimamente tenho ficado cada vez mais abismada com a onda de criminalidade crescente, e o pior, é a juventude se desvanecendo feito açúcar na água.

Não quero aqui fazer inveja à juventude de hoje, mas em minha amada Chaval, tive a melhor infancia e juventude que uma pessoa pode ter, sabe?!

No final da tarde, tomávamos nosso café tranquilamente depois de ter ido à padaria a pé, cumprimentando todos os conhecidos que encontrávamos no caminho. Brincavamos na pracinha até a noite chegar, e sem medo algum.

Lembro-me que, a vizinhança inteirinha sentava em suas calçadas, se delongava até altas horas da noite, uns crochês, outros com violão, outros apenas a observar suas crias brincando de " Carimbo", "Esconde", "Adedonha"(é a nova essa), dentre outras que ja nem lembro...

Sim... eu tive a melhor infância e juventude que uma pessoa pode ter. Eu sempre tive medo de desobedecer meus pais, eu sempre ao acordar e ao dormir nunca deixei de pedir a bênção deles pq isso para mim é um escudo de proteção divina: "Deus te abençõe, minha filha".

De uns tempo pra cá, o que foi que houve? Por que tanta desgraça? Falta amor? Falta políticas públicas? Mentes vazias e desocupadas?

Quem lembra dos escoteiros de Chaval? Eu achava um máximo, sabe?

Eu pergunto: O que falta para abraçar os jovens de hoje? Falta investimento? Falta carinho por parte da comunidade?

Autoridades e famílias, olhem para nossa juventude com um pouco de compaixão... Façam algo enquanto há tempo... invistam em algo produtivo.

Eu sou leiga, mas não custa dar ideias...

• Qual a possibilidade de uma pequena indústria para a cidade? 
•Qual a possibilidade de implantar mini cursos voltados aos mais variados ramos de trabalhos?
•Qual a possibilidade de investir em cursos tecnicos, buscar parcerias com Institutos esportivos? 
•Buscar parcerias com Escolas de Musica?

QUAL A POSSIBILIDADE?

Texto escrito por Lívia Molib

Sobre a autora
Lívia Molib é chavalense, filha de Ana Maria Albuquerque de Oliveira (D. NAN)  e de José Arteiro de Brito. Apaixonada pela mídia radiofônica, já exerceu funções de jornalista de bancada e repórter na Extinta Web Tv Interaja.




Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada