Facebook Twitter Google RSS

Sobe 25% o número de alunos da rede estadual cearense aprovados em universidades


Um total de 16.897 estudantes da rede pública estadual garantiu o ingresso em instituições de Ensino Superior públicas e privadas em 2017. Em 2016, esse número chegou a 13.516. O acompanhamento foi feito pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação do Estado (Seduc). Comparando os dois últimos anos é possível destacar o aumento de 25% no número de alunos da rede estadual de ensino nas universidades.

No ano passado, o Estado possuía 90.544 alunos no Ensino Médio. Os aprovados representam 18,6% do total. Na manhã de ontem, o governador Camilo Santana apresentou os dados do estudo em solenidade, no Palácio da Abolição, na presença de alunos de diversos municípios.





"Os alunos entraram em cursos importantes como Medicina, Engenharia e Odontologia. No passado, só quem tinha capacidade de ter acesso aos grandes cursos no Estado era quem estudava em escolas particulares. Ontem mesmo fomos homenageados com uma comenda em Educação. Acreditamos que esse é caminho para reduzir a violência, entre outros problemas", declarou o governador.

O jovem José Valmir dos Santos Filho, 18, natural de Sobral, entrou na E.E.E.P Dom Walfrido Teixeira Viera para cursar o Ensino Médio integrado no curso técnico de enfermagem, em 2015. No ano passado, o jovem conseguiu aprovação em duas universidades públicas. Ele conquistou uma vaga no curso de Enfermagem na Universidade Vale do Acaraú (UVA) e a outra em Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC), em Sobral. "O curso de Medicina foi algo que me interessei ao longo do Ensino Médio. O contato com o curso técnico contribuiu bastante, principalmente durante o estágio", contou José Valmir.

Incentivo

Ao todo, 99,51% dos alunos do 3ª ano do Ensino Médio se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Em 2016, foram 98% de inscritos.

Um total de 13.516 estudantes garantiu o ingresso em instituições públicas e privadas em 2016. No ano anterior, esse número chegou a 10.035.

Antes da divulgação do número de alunos aprovados em 2017, com o objetivo de incentivar e movimentar os estudantes das escolas, a Secretaria da Educação (Seduc) lançou o Desafio "Aprovados em Instituição de Ensino Superior". Nele, os participantes tiveram de responder à pergunta "qual será o número de jovens da rede pública estadual aprovados em Instituições de Ensino Superior em 2017?". Os dez que acertaram o palpite, ou mais se aproximaram do resultado, foram premiados pelo Governo com duas atividades do projeto AoGosto do Aluno, escolhendo entre assistir a jogos na Arena Castelão, participar da III Corrida das Escolas Públicas Estaduais, da Final do III Festival dos Alunos que Inspiram ou de um dia de lazer em parque aquático.

Gestão

O secretário da Educação, Idilvan Alencar, atribuiu os resultados positivos, que vêm se intensificando ao longo dos anos, à três fatores: a dedicação dos educadores, o acompanhamento dos dados da Educação nos municípios cearenses e o apelo para a inovação nas escolas.

"Professor motivado, que trabalha com empenho de gestão para apresentação de bons números e oferece a estrutura e condições para surgirem novas ideias, faz com que hoje tenhamos muito a comemorar", explicou Alencar. O trabalho envolve ações de mobilização e preparação para os alunos do 3º ano do Ensino Médio para que façam a avaliação com segurança a perspectiva de ingresso nas universidades. Outro ponto destacado pelo gestor foi a valorização dos professores, como exemplo, o reajuste das gratificações aos educadores ativos e inativos.

Protagonistas
Motivação superou desafios

Desde o nascimento, a palavra desafio faz parte do cotidiano de Igor. Pela demora no parto e a falta de oxigenação, ele sofreu uma paralisia cerebral que atingiu a parte motora. Começou a estudar aos quatro anos em uma escola do bairro Parque Genibaú. Ingressou na escola pública a partir do 5º ano e, desde então, conta com o apoio dos pais. Ele declara que chegou a universidade muito feliz, mas tem a certeza de que será mais um desafio.

Igor Wesley Mesquita. Universitário de Gestão de Políticas Públicas na UFC

Mãe de cinco filhos, Sâmia foi motivada a estudar pela mãe. Cresceu esperando a genitora chegar do trabalho, de empregada doméstica, nas madrugadas. Um dos fatos que marcou sua infância foi o fato da mãe chegar do trabalho e, mesmo cansada, fazer as tarefas da escola. Na 8º série, Sâmia ficou grávida do primeiro filho. Foi um momento difícil, pois ela foi mãe solteira. Com 700 pontos no Enem, conseguiu acesso a graduação.

Sâmia Mara de Moura Lima. Universitária de Filosofia na UERN

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.


Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada