Facebook Twitter Google RSS

Um galo que canta | Por Atevaldo Rodrigues



UM GALO QUE CANTA

Ontem, um galo cantava na madrugada.
Cantava sozinho, sem eco, sem companhia.
O seu canto se perdia entre os prédios,
E batia no muro da fábrica, que não dorme.

Um fio deste canto esfiapado
Entrava em meu coração que não dormia.

Quando os sons da manhã cosmopolita,
Apitos, motores, às vezes tiros, 
Engolia o canto do galo,
Ele, inocentemente, cantava de novo.
E assim, a madrugadinha se prolongava.

Ele não tinha a esperança vã que outros galos,
Viessem juntar-se a ele na árdua tarefa de tecer a manhã.
Mesmo assim, continuava cantando.
Ele sabia apenas de uma estranha alegria
Que um galo sente quando canta.

Escrito Por Atevaldo Rodrigues

Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada