Facebook Twitter Google RSS

Chavalense "Raimundo do Queijo" faz sucesso no centro de Fortaleza com seus produtos regionais.


De segunda a sexta, a casa comandada por Raimundo Oliveira Araújo, cearense de Chaval, funciona como um mercadinho de produtos regionais.


No início era apenas um frigorífico. Os cortes de carne eram o que dava vida àquele pequeno comércio aberto em 1978, situado na Travessa Crato, entre as Ruas Conde D´Eu e General Bezerril, no Centro da cidade. Anos depois, com o baixo movimento, Raimundo Oliveira Araújo, o dono, decidiu que era hora de mudar. Deixou o frigorífico de lado e começou a vender queijos, de coalho e manteiga, além de doces, paçocas, carne do sol, e outras delícias típicas do Ceará. E deu certo. Tanto, que há 12 anos, o bar do Raimundo dos Queijos passou a ter movimento também aos domingos, não só para compra de queijos ou doces, mas para a venda de petiscos e cerveja gelada e hoje é um dos locais mais pulsantes da cidade no domingo.

Dono de um sorriso largo e muita paixão pelo trabalho, seu Raimundo confessa que nunca imaginou que o local fosse fazer tanto sucesso. “Eu não esperava que fosse ficar assim, até porque eu nunca gostei de vender bebida. Eu abria aqui só até o meio-dia. Aí, as pessoas vinham, pediam uma cerveja e ficavam aqui, bebendo. Daí, começou a vir mais gente e começamos a fechar mais tarde”, ressalta.

De acordo com ele, quem começou a festa nos domingos foi a turma da Vila Romero e os amigos Ernando Honorato e Arnaud Romero. “O Raimundo tinha uma venda e o pessoal da Vila Romero já andava aqui. A (venda de) cerveja era esporadicamente. Aí, eu comecei a vir aqui. Eu gosto muito de cozinhar, então começamos a cozinhar e trazer comida para cá. Fazíamos uma cota para um café da manhã, comprávamos as coisas, distribuíamos para todo mundo, por nossa conta mesmo, e fomos chamando os amigos. Nós passamos muito tempo com o grupinho da gente. Um amigo foi trazendo o outro e foi aumentando”, ressalta o engenheiro e antigo frequentador Ernando Honorato. 

A diversão, que começou com um pequeno grupo de amigos, tomou grandes proporções. O bar virou uma confraria. Amigos e personalidades locais que visitam a famosa Confraria do Raimundo do Queijo, como o dirigente esportivo Valdemar Caracas, que frequentou durante muito tempo o estabelecimento. Conversa boa e muita tranquilidade dão o tom no local, que é protegido pelas imagens de Nossa Senhora e Jesus Cristo, penduradas por seu Raimundo, homem de fé inabalável. Segundo o filho, Adriano Oliveira, mais de 80 mesas são colocadas ao longo da Travessa Crato, que fica lotada todos os domingos. Cerveja gelada, petiscos saborosos, muito samba e forró compõem o resto do cenário.



Vídeo do Diário do Nordeste AQUI
Vídeo entrevista com apresentadora Angélica da Globo AQUI 




Fonte: Diário do Nordeste/O Povo/Coisa de Cearense/GloboPlay



Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada