Recent Tube

Quanto Vale? | por Jady Brito

Foto: Aislan Henrique/divulgação/Corpo de Bombeiros
Sempre descrevemos a cor da tristeza como cinza, e o luto como preto, mas hoje eles são marrons, da cor da lama... O marrom já levou 40 pessoas (26/01), e deixa cerca de 300 famílias preocupadas. O marrom por muitos foi visto como tragédia ambiental, mas não passa de um ato criminoso, impiedoso e desumano. 


Nossos heróis hoje vestem vermelho e arriscam suas vidas procurando vida entre as lamas enquanto nossos líderes políticos pretendem calar a pouca voz que o meio ambiente tem. Hoje muitos brasileiros vivem o dejavu de um "acidente" que já aconteceu a 3 anos atrás, e torcem para não viverem o dejavu da impunidade, uma tragédia que maltrata e mata até hoje, uma vez que o índice de depressão, estresse pós-traumático e outros problemas em Mariana, aumentou, chegando a 28,9% já ultrapassando a média nacional, e mostra que a ferida ainda está aberta, sem falar do dano irreparável ao ambiente natural. O rio nunca mais foi doce. 

Ribeirinhos e quilombolas hoje perderam mais uma vez, perderam terra, perderam fonte de renda e, sobretudo, perderam a esperança. A ganância humana novamente mata, Minas Gerais novamente chora lama. Quanto VALE a vida?







Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Postar um comentário

0 Comentários