Facebook Twitter Google RSS

Cantor Paulynho Paixão é preso após denúncia de agressão contra a esposa no MA

Foto: Divulgação/Polícia Militar
A Polícia Militar prendeu na madrugada deste domingo (11) o cantor Francisco de Paula Moura, o 'Paulynho Paixão', em um hotel na cidade de Bacabal, a 247 km de São Luís. Segundo a PM, ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha após uma denúncia de agressão por parte de sua esposa.

De acordo com o registro policial, uma mulher apareceu na Delegacia de Bacabal pedindo ajuda porque teria sido agredida fisicamente pelo seu marido. Ela alegou que Paulo arremessou uma cadeira na altura de sua cabeça e também teria a espancado com chutes e socos.

"Estávamos fazendo a apresentação de um assaltante e esse hotel fica próximo a delegacia. Uma senhora adentrou na delegacia pedindo socorro. Ela estava lesionada na cabeça e se queixou que foi muito agredida pelo marido. Fomos até o hotel e encontramos o apartamento todo revirado. Encontramos o Paulo, foi dado a voz de prisão, e ele foi levado para a delegacia", declarou o tenente Marcone Matos, do 15º Batalhão de Polícia Militar.

"Ela narrou que há dias vinha sofrendo essas agressões. Hoje, por causa de uma discussão banal, após um show, ele teria agredido ela. Ela estava com tanto sangramento na cabeça que tivemos que mandá-la para o hospital e fazer um curativo", completa o policial.

Ao G1, a assessoria do cantor informou que, por enquanto, Paulynho Paixão não irá se pronunciar sobre o assunto. A assessoria afirmou ainda que o cantor pagou fiança e já saiu da delegacia para responder ao processo em liberdade.

Paulynho Paixão é piauiense e conhecido no país - principalmente na região norte-nordeste - por sua músicas com letras românticas ligadas especialmente ao ritmo brega.

Há poucos dias, o cantor postou fotos com a sua esposa na cidade de Teresina — Foto: Arquivo Pessoal


“Eu venho por meio desse vídeo esclarecer algumas coisas onde envolve o meu nome e o nome do cantor Paulynho Paixão eu quero dizer que vocês não devem acreditar e julgar as pessoas só pelo que vocês olham na internet, que é o que está acontecendo. Estão julgando, colocando coisas que não existiram, não teve nada de pontapés, de socos, o que teve foi uma discussão entre um casal onde nós dois estávamos alterados e começamos a jogar os nossos pertences no chão do quarto. As pessoas estão aumentando demais dizendo que ele me deu soco, pontapé, quebrou minha cabeça, onde que vai quebrar a cabeça de uma pessoa e ela vai estar viva? O hotel em que a gente estava é do lado da delegacia e no momento da raiva eu fui parar lá na delegacia, tinha o pessoal de uma reportagem lá filmando outro caso e quando viram que era o Paulynho Paixão foram para cima”, esclareceu ela. 

Mais AQUI

Fonte: G1/MA






Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada