Facebook Twitter Google RSS

O Projeto Pesca Solidária na luta pela sensibilização ambiental

O Pesca Solidária, Projeto com patrocínio da Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental, executado pela Comissão Ilha Ativa (CIA), desenvolve ações de Educação Ambiental (EA) na região do estuário dos rios Timonha e Ubatuba e envolve pessoas de todas as faixas etárias e níveis de escolaridade.

A capacitação de multiplicadores ambiental objetiva a complementação da formação de professores que atuam nas escolas públicas dos municípios de Chaval e Barroquinha (CE), para que possam no dia a dia escolar utilizar novas metodologias e recursos didáticos para sensibilizar os alunos nas questões ambientais e de preservação do meio ambiente.

Até o momento foram capacitados cerca de 38 professores de Chaval e 35 de Barroquinha, onde puderam aprender e aplicar técnicas educativas como: uso de fotografias para reflexão na percepção ambiental e contação de histórias; ele estão produzindo portfólios com a aplicação das técnicas no ambiente escolar.

O conexão natureza e cidadania é outra frente de atuação da EA, realizado por meio do carro itinerante que percorre as escolas e comunidades abrangidas pelo Projeto, utiliza de diversas atividades lúdicas para apresentar a biodiversidade da APA Delta do Parnaíba e estuário aos estudantes de todos os níveis escolares e em comunidade. “É apresentado a riqueza natural da nossa região e então buscamos despertar a reflexão e o pensamento crítico sobre os problemas sentidos no dia-a-dia. Os alunos percebem a necessidade de cuidar do espaço onde vivem”, informa a bióloga Ana Brandão, coordenadora de EA no Pesca Solidária.

Para isso, são utilizados: apresentação de painel explicativo, jogos, leitura, sala de ciências móvel com exposição de material biológico, trilha da biodiversidade e outros. “Planejamos nossas ações com a ideia de sempre aliar o conhecimento teórico com a observação prática e a solução dos problemas vivenciados pelos próprios estudantes em suas escolas, comunidade e município”, complementa Ana Brandão.

Para a valorização do conhecimento tradicional e da cultura das comunidades atendidas pelo Projeto, são realizados os encontros 'Pesca História', que consiste numa roda de conversas de contação de histórias reais e fictícias próprias daquele lugar. Pescadores, marisqueiras, idosos, jovens e crianças se reúnem em círculo, se congratulam e fazem viver a rica tradição oral de transmissão do conhecimento popular.

“Essa atividade é bem-vinda, pois ela nos faz relembrar histórias do passado que marcaram nossas vidas e nos faz também contar como é a vida de pescador, os momentos que ficam na memória de cada um de nós. Estamos felizes em participar desse encontro”, Paulo Sérgio, pescador de Bitupitá há 30 anos.

O Projeto desenvolve diversas outras atividades que contribuem para a formação de cidadãos ambientalmente responsáveis, como a sensibilização e campanhas de limpeza de praia nas escolas e comunidades, palestras, cine-educação, pesca-história, ecoeducação, e muitos outros.

Em Cajueiro da Praia, é feito o acompanhamento do Grupo Caju Eco Sustentável (CES), um grupo de jovens que se organiza para o planejamento de atividades socioambientais que possam impactar positivamente suas vidas e a dos moradores daquele município. “Nos sentimos bastante realizados com o empoderamento de jovens e da comunidade em geral, assim como vemos com o grupo CES. Esperamos que nossas ações tragam bons resultados para todos e lutamos para que a comunidade veja que os recursos naturais são de todos e que a exploração deles têm que ser feita de forma responsável para que haja uma continuidade sustentável dessa relação homem-natureza”, declara Ana Brandão.

Recentemente o Projeto Pesca Solidária lançou o edital para um concurso de redação, nas modalidades paródia e poesia, voltado aos alunos do ensino médio dos municípios de Cajueiro da Praia (PI), Chaval e Barroquinha (CE). Com o tema 'Navegando no Estuário dos rios Timonha e Ubatuba', os estudantes serão avaliados quanto à criatividade para tratar de assuntos como a pesca, lixo, água, biodiversidade animal e/ou vegetal, atividades rentáveis e formas de expressão cultural. Os vencedores e participantes serão premiados com uma trilha ecológica.

O Projeto Pesca Solidária espera contribuir para a transformação social proporcionada pela educação e pela formação de indivíduos conscientes e críticos.




Texto: Ascom Pesca Solidária

Fotos: ChicoRasta / Pesca Solidária.






Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Siga no Google+

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada