Facebook Twitter Google RSS

Já se perguntou como se forma a caspa?


1. A glândula sebácea é responsável pela produção do sebo que lubrifica a superfície do couro cabeludo. Por questões genéticas, a pessoa que tem predisposição à caspa produz mais gordura que o normal


2. O sebo chega à superfície da pele pelo folículo piloso (ou unidade folicular) - estrutura pela qual saem os fios de cabelo ou pelos. A secreção gordurosa fica acumulada no couro cabeludo, deixando o cabelo oleoso

3. A oleosidade causa a inflamação do couro cabeludo, chamada de dermatite seborreica. Pessoas com essa predisposição genética também podem desenvolver o fungo Pityrosporum ovale, que agrava o quadro

4. O processo inflamatório causa coceira, vermelhidão e descamação, que solta partículas brancas do couro cabeludo - a caspa, uma mistura de sebo e células mortas da pele

• Só os que têm predisposição genética costumam ter a dermatite seborreica, por isso, a caspa não é contagiosa

• A caspa não tem cura, mas tem tratamento - que deve ser indicado por um especialista

• Muitos xampus anticaspa, vendidos em supermercados, ressecam o couro cabeludo e estimulam, ainda mais, a produção de sebo

• Cada pessoa tem, em média, 5 milhões de folículos pilosos no corpo, sendo que 120 mil deles ficam no couro cabeludo

Causas e soluções

Conheça os fatores que podem deixar seu cabelo cheio de farelos brancos

Estresse

As tensões nervosas provocam vários distúrbios no corpo - entre eles, a baixa das defesas do sistema imunológico, que desencadeia problemas dermatológicos como a caspa. O ideal é não esquentar a cabeça

Bebida Alcoólica Inibe a atividade de algumas vitaminas que agem no folículo piloso e provoca a multiplicação celular, ocasionando uma produção maior de secreção sebácea. Por isso, nada de se embriagar

Má alimentação A ingestão em excesso de gordura animal e de açúcar pode aumentar a produção de sebo nas glândulas. Para neutralizar a oleosidade, nada melhor do que tomar bastante água e aumentar o consumo de frutas

Temperatura

Lavar o cabelo com água quente estimula as glândulas na produção de óleo. No inverno, a caspa também aumenta, já que a temperatura é ideal para a proliferação de fungos. A dica é deixar a água morna na hora de enxaguar a cabeleira

Química Tinturas, alisamentos e permanentes podem provocar desde alergias até a inflamação do couro cabeludo, agravando o quadro da dermatite. Portanto, se tiver caspa, evite esses tipos de tratamentos

Alterações hormonais

São comuns na puberdade, na gravidez e na menopausa. O corpo sofre um desequilíbrio hormonal e causa uma disfunção nas glândulas. Neste caso, o problema só é resolvido à base de remédios

Fontes Luciano Barsanti, médico e tricologista, diretor do Instituto do Cabelo e autor do livro Dr. Cabelo (editora Elevação); Raphael Rissardi, supervisor técnico capilar da Vita Derm Hipoalergênica; Denise Steiner, doutora em dermatologia pela Unicamp e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Informações da http://mundoestranho.abril.com.br/


Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada
Curta a página do Chavalzada no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga o nosso perfil no Twitter www.twitter.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Estamos no YouTube!

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Entretenimento

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada