Facebook Twitter Google RSS

Pai e mãe de crianças flagradas vendendo drogas são transferidos para presídio em Parnaíba

Maria dos Remédios da Conceição, de 32 anos, foi encaminhada para a Penitenciária Mista de Parnaíba. (Foto: Kairo Amaral/ TV Clube)
Os pais das crianças que foram flagradas vendendo entorpecentes na casa onde moravam no dia 29 de julho tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva na audiência de custódia que aconteceu nesta terça-feira (31). Os dois foram transferidos para a Penitenciária Mista de Parnaíba.

Maria dos Remédios da Conceição, de 32 anos, e Paulo Ricardo Lima Alves, de 25 anos, foram presos no domingo (29), suspeitos de terem deixado os filhos sozinhos em casa vendendo drogas. As crianças foram encontradas na residência da família, na rua São Tomé no bairro Alto Santa Maria, em Parnaíba, litoral do Piauí.

Após a prisão em flagrante, o casal foi autuado pela Polícia Civil por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, abandono de incapaz e corrupção de menores. Eles ficaram detidos provisoriamente na Central de Flagrantes de Parnaíba até a manhã desta terça-feira (31), quando foram levados para a audiência de custódia.

A juíza que presidiu a audiência, Carmelita Angélica Lacerda Brito de Oliveira, converteu a prisão em flagrante para preventiva e determinou a transferência dos investigados para a Penitenciária Mista de Parnaíba. O casal ficará recluso até a audiência de instrução, que ainda não tem data para acontecer.

Denúncia anônima

Os dois foram presos no dia 29 de julho, após deixar os filhos vendendo drogas em casa no município de Parnaíba, Litoral do Piauí. De acordo com a Polícia Militar (PM), o casal foi à praia e deixou duas meninas, uma de 11 e outra de 4 anos, e dois meninos, um de 12 e outro de 2 anos, como responsáveis do ponto de venda de drogas que funciona na residência deles.

A ação da polícia se deu após uma denúncia anônima. Dentro da casa, os policiais apreenderam 527 pedras de crack, 217 trouxas de maconha, R$ 116 em dinheiro, balanças de precisão e um revólver calibre 38 com cinco munições. As crianças estão sob a guarda da avó paterna.

“A garotinha de 11 anos nos informou que a mãe e o padrasto tinham saído para 'curtir na praia' e os deixaram vendendo drogas. Inclusive ela disse que mais cedo tinha vendido entorpecente fiado”, informou o sargento Farlon Machado, do 2º Batalhão da PM, em Parnaíba.

Fonte: G1/PI






Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada