Facebook Twitter Google RSS

Rios Timonha e Ubatuba - berçário do Peixe-Boi Marinho

Foto: Acervo ICMBio
No extremo leste do território da APA Delta do Parnaíba, onde o Piauí se limita com o Ceará, o estuário dos rios Timonha e Ubatuba, emoldurado por manguezais e apicuns, encontra-se bem conservado, tornando-se um importante berçário para a reprodução do peixe-boi marinho e inúmeros outros animais de vida marinha, como peixes, camarões, caranguejos, siris, mariscos, etc.

No litoral do Piauí, encontra-se importante população de peixes-boi, observada com frequência entre a praia do Peito de Moça, município de Luís Correia, e a praia da Itã, em Cajueiro da Praia, a depender das épocas do ano. No interior do estuário, é possível observar os animais principalmente no primeiro semestre, que corresponde aos meses de chuva na região.

Base do Peixe-boi

A base Peixe-Boi Marinho, localizada no Pontal do Socó, município de Cajueiro da Praia/PI, foi criada em 1994 para cuidar da conservação e monitoramento da população de peixes-boi que vivem em torno do estuário dos rios Timonha e Ubatuba, importante berçário da espécie. 

As visitações são abertas ao público no horário comercial de segunda a sexta, e é possível conhecer a história da conservação deste animal que está ameaçado de extinção no Brasil e no mundo. Possui museu com esqueletos de animais marinhos e fluviais, além de materiais para ações educativas de sensibilização aos visitantes.

Passeio do Peixe-Boi Marinho
Foto: Acervo ICMBio

Pescadores de Cajueiro da Praia e Chaval realizam o passeio pelas camboas (lagos à beira-mar) do Timonha e Ubatuba através de embarcações tradicionais movidas por motores de rabeta, e além de oferecer aos visitantes banhos inesquecíveis em bancos de areias e praias, buscam a melhor oportunidade para avistar peixes-boi, cavalos marinhos, tartarugas e aves costeiras, residentes e migratórias. 

Já foram vistos mais de dez peixes-boi no estuário, a depender sempre das fases da maré, da lua e do ciclo das águas da chuva. Por isso é importante programar os passeios em períodos mais favoráveis para a avistagem, a ser agendado com os condutores de turismo. 

Formações rochosas de Chaval

Chaval conhecida como a “Cidade das Pedras”, se destaca pelas formações rochosas que chamam atenção dos turistas e visitantes. Na cidade ocorrem trilhas ecológicas onde se encontram escrituras rupestres, cavernas e passam por açude em meio às pedras. 

Das formações rochosas mais conhecidas se destacam a Pedra do Céu, Pedra da Carnaúba, Pedra da Santa, Pedra do Letreiro e Pedra da Baliza
Foto: Acervo ICMBio

Porto do Mosquito - Chaval/CE

Localizado a aproximadamente 1,5 km do centro de Chaval, é o mais famoso ponto turístico da cidade, um porto de águas calmas de média extensão estruturado com pequenos quiosques em sua orla, onde é possível tomar um belo banho de rio salgado. Um bom destino para quem deseja visitar uma região cercada por manguezais, com características de uma cidade do interior. No Porto do Mosquito observa-se com clareza o fluxo da maré que ao baixar criar uma passagem direta de acesso ao mangue. 

É possível se aventurar em um passeio de barco pelas águas tranquilas, praticar esportes náuticos como caiaque ou Stand Up Paddle, ou ainda, fazer uma caminhada pela orla. Ao final do passeio o visitante tem a opção de se deleitar com uma deliciosa refeição nos quiosques. Além deste balneário existem outras atrações turísticas na cidade Chaval como os Sítios Arqueológicos, o santuário da gruta, as salinas, a estrutura geológica com a formação de monólitos (pedras gigantes) e diversas opções de banho.

APA Delta do Parnaíba

A Área de Proteção Ambiental (APA) Delta do Parnaíba foi criada em agosto de 1996, possui uma área de extensão de 307.590,51 hectares e abrange três estados do Nordeste, Piauí, Maranhão e Ceará, percorrendo todo litoral Piauiense.

A APA abrange 10 municípios: Tutoia, Paulino Neves, Araioses e Água Doce no Maranhão, Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia no Piauí, Chaval, Barroquinha no Ceará.

Fonte: ICMBio







Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada