Facebook Twitter Google RSS

Opinião | Chaval e a mudança que não virá - Marcello Silva


Depois de 20 anos sob o comando de uma oligarquia política, pensávamos que Chaval havia se libertado das más administrações (para economizar adjetivos). Quando cravamos em 2016 que Chaval havia chegado ao fundo do poço, não imaginávamos que era possível escavar mais um pouco até chegar à lama fétida que suja nossos pés de agora.

O que aconteceu com a mudança prometida em voz alta com punho cerrado? Incompetência? Amadorismo? Descuido? Ou ainda é culpa do passado?

Qual a culpa que nossas crianças têm para ficar sem aula por falta de profissionais? Nossos enfermos jogado a sorte? Nossos logradouros esquecidos no escuro? Qual nosso pecado? A ignorância, talvez.

Primeiro cumpre-se a promessa de campanha: “seu emprego tá garantido”. Desrespeita a Lei de Responsabilidade Fiscal, incha a folha de pagamento e não tem como manter a máquina pública... Demissão em massa. “Quando eleito, o trabalhador chavalense terá seu salário em dias”.  Ledo engano. É preciso o Ministério Publico intervir e mostrar o que deve ser feito... E a Câmara dos vereadores, o que deve estar fazendo nestas circunstancias, se não cumprindo uma de suas funções que é a de  fiscalizadora, que tem por objetivo o exercício do controle da administração local, principalmente quanto à execução orçamentária e ao julgamento das contas apresentadas pelo Prefeito? Onde estão vocês nossos representantes? Ah sim... lembramos: estão brigando entre si pela mesa diretora da entidade... Poder e poder.... Quem dá mais?

Triste ainda mais é saber que os algozes de outrora, se promoverão no “pior ficou” e tentaram voltar, com os pulmões inflados, como salvadores da pátria. Hipócritas de uma figa!

O amanhã é incerto. Esperamos que nossos administradores e legisladores tomem consciências de suas funções. Façam o que deve ser feito. Pensem no bem comum e maior, o interesse social acima do interesse pessoal. E só!

Mudança? Não. Há 66 anos somos os mesmos (e vivemos como nossos pais: perdoe Belchior). Repetimos o mesmo discurso.  Não haverá mudanças enquanto a Prefeitura for o maior empregador do município. Não haverá mudanças enquanto o prefeito bom for aquele que me prometer emprego; Não pode haver mudança enquanto houver conluio entre os poderes constitucionais... Não, não mudará. Enquanto houver duas torcidas organizadas se digladiando com suas espadas afiadas vertendo palavras venenosas, esperando sua vez por um cargo na prefeitura. Não mudará. A mudança não virá.


*Marcello Silva – Nada.


Links relacionados:







Viu algum erro na matéria? Avise pra gente por aqui ou nos comentários.

Se inscreva no nosso canal no YouTube!

Quer receber conteúdo EXCLUSIVO? Se inscreva na nossa área vip clique aqui
Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/chavalzada
Siga nosso perfil no Instagram www.instagram.com/chavalzada
Baixe nosso aplicativo móvel www.app.vc/chavalzada


Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos!

Deixe seu comentário, nós agradecemos:

0 comentários :

Deixe sua opinião nos comentários, nós agradecemos! As opiniões contidas nos comentários são de responsabilidade dos autores dos mesmos.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Salmo 23

Se inscreva no nosso canal

Educação

MAIS DESTA CATEGORIA

Tecnologia

MAIS DESTA CATEGORIA

Emprego

MAIS DESTA CATEGORIA

Arquivo do blog

Se inscreva e receba conteúdo exclusivo

Sobre o blog

O Chavalzada foi criado em Novembro de 2010 e desde estão faz parte da vida do Chavalense, trazendo muita informação, entretenimento e cultura.
O Chavalzada é atualizado por Welligton Magalhães e Marcelo Silva.
O blog também conta com vários colunistas e colaboradores. Quer saber mais? Visite nossa fan page www.facebook.com/Chavalzada